Fazer o download 
do démo gratuito


"software" de treino de futebol para todas as categorias de idade,
desde principiante a séniores
Apresentação Fazer o download Capturas de ecrã Tipo de exercícios Exemplos de exercícios Guia de treino    Comprar Contactos
A sessão de treino| O programa de treino| Organização dos jogos e exercícios| Seu papel como treinador|    Glossário  
COMPRAR
SOCCER-TRAINER


 

Glossário/Vocabulário do Futebol:



Alas: ala direito ou esquerda. Médio ou atacante que joga na lateral, em posição descentrada, e cujo papel é frequentemente ultrapassar e centrar.

Amortecer: recepção de uma bola aérea de forma a dominar esta num toque de bola (com o pé, a coxa ou o peito).

Pedido de bola: deslocação de um jogador que solicita, “pedir” a bola. Um pedido de bola faz-se para um espaço livre.

Defesa: gesto efectuado pelo guarda-redes para impedir a bola de entrar na baliza. Defesa do guarda-redes.

Defesa lateral: defesa direito ou esquerdo. Jogador cujo papel primeiro é de defender o seu lado. No futebol actual, é-lhe pedido cada vez mais que participe no jogo ofensivo (afastar o jogo, ultrapassar, centrar, etc.).

Atacante (ou avançado): jogador de vocação ofensiva cujo papel primeiro é criar ocasiões de golo e de marcar.

Atacar: a equipa em posse da bola ataca e tenta marcar. Todos os jogadores da equipa que têm a bola “atacam”.

Atacar a bola: ir ao encontro da bola. O jogador ataca a bola para desarmar o adversário.

Vantagem: quando uma falta é cometida, o árbitro pode deixar a acção desenrolar-se se a equipa do jogador que sofre a falta conservar a bola numa situação favorável.

Avançado centro: jogador da equipa mais avançado do qual o papel primeiro é marcar golos.

Bloco-equipa: em posição defensiva o conjunto dos jogadores de uma equipa forma um bloco (o bloco-equipa) que se desloca em função da posição da bola.

Centro: passe que provem de um jogador descentrado em direcção de um parceiro colocado na frente da baliza adversária.

Mudança de ala: Passar a bola de um lado do terreno ao outro lado do terreno num mínimo de passes (geralmente de 1 a 3 passes) e tempo.

Condução de bola: acção de avançar com a bola dominando-a.

Contra: recuperação da bola seguida de um ataque rápido.

Contra ataque: recuperação da bola em situação defensiva e ataque rápido, com um mínimo de tempo e passes para não deixar o tempo à equipa adversária recolocar-se.

Controlo orientado: recepção e controlo da bola num toque de bola indo numa direcção escolhida. O objectivo pode ser ganhar tempo, acelerar o jogo ou libertar-se de um adversário.

Gancho: gesto técnico permitindo ultrapassar ou separar-se de um adversário. Mudança de direcção nítida e rápida.

Ultrapassar: conduzir a bola ao longo da linha lateral. O jogador que ultrapassa termina frequentemente a sua acção com um centro.

Desprender: acção de um atacante que deixa a sua posição avançada e corre em direcção ao seu parceiro portador da bola situado atrás ou no meio.

Defender: a equipa que não tem a bola defende. Todos os jogadores da equipa que não têm bola « defendem ».

Defesa á zona: tipo de defesa onde os jogadores defendem em relação á bola e á zona na qual se encontram.

Defesa (atrás): jogador que tem vocação defensiva cujo papel é impedir a equipa adversária marcar seguidamente de recuperar a bola.

Desmarcação: deslocação de um jogador da equipa em posse da bola de forma a propôr uma solução de passe ao portador da bola ou levar um adversário com ele. O jogador desloca-se para um espaço livre e tenta libertar-se dos adversários.

Fintar: passar por um adversário com bola ao pé graças a um fingimento/gancho/rodopio e/ou uma aceleração.

Duelo: oposição entre 2 jogadores adversários que disputam a bola.

Afastar: deslocar-se para um lado do terreno para “aumentar” o terreno.

Afastar o jogo: jogar a bola sobre os lados para utilizar toda a amplitude do terreno.

Ecrã: acção de jogo onde o portador da bola deixa esta ao seu parceiro vindo ao seu encontro.

Treino de futebol: momento dirigido pelo treinador e cujo objectivo é fazer progredir os jogadores individual e colectivamente através de exercícios e jogos de futebol.

Treinador: o treinador de futebol é responsável da equipa. Prepara e dirige as sessões de treino. Ele dirige a equipa durante os jogos.

Exercício: uma sessão de treino é composta de jogos e exercícios de futebol. O exercício tem por objectivo melhorar os jogadores num domínio específico (controlos, passes, remates, etc.).

Fingimento: gesto técnico efectuado com o objectivo de fintar, ultrapassar um adversário. Finta de remate, finta de corpo, entrançamento de perna, etc.

Fechar o ângulo: colocação do guarda-redes em relação á sua baliza e ao adversário portador da bola. O guarda-redes fecha o ângulo de forma a limitar as possibilidades de marcar.

Guarda-redes: único jogador da equipa a poder utilizar as suas mãos. O seu papel é impedir a equipa adversária marcar golos.

Grande ponte: técnica de finta e de criatividade. O jogador passa a bola por um lado do adversário, contorna-o pelo outro lado, seguidamente recupera a bola.

Hat trick: 3 golos marcados de seguida por um mesmo jogador.

Fora de jogo: um jogador é assinalado fora de jogo se, no momento em que a bola é-lhe passada, encontra-se entre a linha de baliza e o último defesa adversário. Não há fora de jogo se o jogador em posição fora de jogo não tiver acção de jogo.

Intercepção: recuperação da bola interceptando um passe de um adversário.

Jogo no ar: retomar a bola ao pé antes que esta toque no solo.

Jogo de cabeça: jogar a bola de cabeça.

Jogo sem bola: deslocação dos jogadores que não têm a bola e que procuram ajudar o seu parceiro portador da bola.

Toques: dominar a bola fazendo-a repercutir com as diferentes partes do seu corpo (excepto as mãos e os braços) sem que toque no solo. Manipular com o pé, a cabeça, etc.

Levantar a cabeça: o jogador levanta a cabeça para tomar as suas informações, ou seja: saber onde se situa no terreno, onde se encontram os seus parceiros, onde se encontram os seus adversários.

Libero: defesa central.

Chapéu: fazer passar a bola por cima de um jogador. Exemplo: Chapéu ao guarda-redes.

Marcação individual: tipo de defesa onde os jogadores defendem preocupando-se com o adversário. Cada defesa tem um jogador à marcação seguindo as suas deslocações.

Jogo: oposição entre 2 equipas cujo número de jogadores pode variar.

Médio defensivo: jogador posicionado no meio do terreno com vocação principalmente defensiva. Responsável da recuperação da bola.

Médio de terreno: jogador posicionado no meio do terreno. Pode encontrar-se no eixo, à esquerda ou direita e com vocação defensiva ou ofensiva.

Médio ofensivo: jogador posicionado no meio do terreno com vocação principalmente ofensiva.

Barreira: a barreira é composta de jogadores colocados uns ao lado dos outros com o objectivo de cobrir um ângulo aquando de um remate adversário.

Ocupação do terreno: posicionamento do conjunto dos jogadores de uma equipa em função da posição da bola e da equipa que está com posse da bola.

Orientação do jogo: direcção na qual a equipa que ataca faz circular a bola. O portador da bola procura antes de mais nada jogar para a frente (para ir marcar). Se não for possível, joga lateralmente. Se também não for possível, joga para trás para conservar a bola e orientar o jogo de outro lado.

Passe curto: passe de um jogador a um parceiro situado a menos de 15 metros.

Passe decisivo: último passe á frente da baliza.

Passe detalhado: passe colocado no espaço situado atrás da defesa adversária.

Passe longo: passe de um jogador ao seu parceiro situado a mais de 25 metros.

Passe semi-longo: passe de um jogador ao seu parceiro situado a uma distância compreendida entre 15 e 25 metros dele.

Entrançamento de perna: gesto técnico; fingimento: fazer de conta que vai numa direcção, fazendo passar o seu pé em redor da bola, e levar a bola na outra direcção.

Passe em retirada: passe de um jogador para um parceiro que se encontra mais afastado da baliza adversária dele.

Passar: passar a bola um parceiro.

Penalidade: remate atribuído à equipa adversária quando um jogador comete uma falta dentro da sua granda área. A penalidade é um remate directo; a bola encontra-se à 11 metros da baliza; os adversários devem encontrar-se fora da grande área excepto o guarda-redes e o rematador da penalidade.

Túnel: fazer passar a bola entre as pernas de um adversário directo e recuperá-la após ter contornado o jogador.

Posição: posição de um jogador no sistema de jogo da equipa. Num sistema em 4-4-2, há 4 posições de defesas, 4 posicões de meio de terreno e 2 posições de atacante e uma posição de guarda-redes.

Preparação física: conjunto dos treinos que têm por objectivo o desenvolvimento atlético dos jogadores. A preparação física ou atlética toma uma grande parte da preparação antes da época. Continua a estar presente ao longo de toda a época com o trabalho de velocidade, de resistência, de manutenção ou musculação.

Pressing: defender incomodando constantemente o adversário para levá-lo à falta e tentando interceptar a bola.

Rodopio: gesto técnico efectuado para eliminar um adversário; o jogador põe o pé na bola, tira esta com a sola e leva a bola na direcção escolhida.

Retoma no ar: rematar a bola antes que esta toque o solo.

Remate acrobático: (bicicleta, papinada,…) retoma no ar acrobático onde as 2 pernas deixam o solo aquando o momento do remate.

Sessão de treino: período durante o qual os jogadores efectuam exercícios, jogos, etc. no objectivo de se melhorar a tecnica, taticamente e/ou fisicamente individual e/ou colectivamente sob a ordem do treinador.

Central: defesa central.

Sistema de jogo: conjunto correspondendo à posição dos jogadores de uma equipa no terreno. Alguns sistemas de jogo de 11 contra 11: 4-4-2, 4-3-3, 4-5-1, 3-5-2, etc.

Corte de carrinho: técnica defensiva consistindo a cortar a bola ao adversário deslizando para interceptar a bola.

Temporizar: fazer circular a bola sem estar a procurar progredir para a frente.

Ténis bola: jogo a 1 contra 1, 2 contra 2 ou 3 contra 3 num terreno munido de uma rede. O objectivo do jogo é fazer repercutir a bola de outro lado da rede sem que a outra equipa chegue a dominá-la. As regras do jogo podem variar (números de saltos, toques de bola autorizados, etc.)

Um-dois: o jogador A passa a um parceiro B; A contorna o adversário; B entrega-lhe a bola num toque de bola na corrida.

Zona de conclusão: zona próxima da baliza adversária onde se procura marcar: as prioridades técnicas são a finta e o remate. Tomada de risco importante.

Zona de preparação: zona situada no meio do terreno na qual a equipa que ataca faz circular a bola para preparar a acção que efectuará á baliza: a prioridade técnica é o passe. Conservar a bola. Não a perder.

Copyright © Atomize Software | Matriculado 452 570 245 ao RCS de Saverne
support@soccer-trainer.com